Rede Bichos

O ponto de encontro dos que lutam pelos animais.

Primeiro Hospital Público para cães e gatos é inaugurado e faz a pr...

hospital_veterinario_opera
Ainda em fase de testes, o “Publicão”, como foi apelidado o primeiro Hospital Veterinário Público do Brasil, começou a funcionar este mês no bairro do Tatuapé, zona leste da cidade de São Paulo.
O hospital, que mostramos em maio no SoNoticiaBoa - reveja aqui - é administrado pela Anclivepa-SP (Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos animais de São Paulo).

O atendimento é totalmente gratuito e exclusivo para proprietários de animais devidamente inscritos nos Programas Sociais da Prefeitura Municipal de São Paulo (Bolsa Família e Renda Mínima), animais oriundos de abrigos e ONGs de proteção animal, também devidamente registrados. Terão atendimento também os animais mantidos no CCZ que adoecerem e necessitarem de cuidados veterinários..
Segundo, Renato Tartália, diretor administrativo do hospital. A inauguração da unidade veterinária pública é um sonho realizado, porque além de uma ação de Proteção Animal: é um resgate de cidadania. 

hospital_veterinario
A primeira cirurgia foi do cãozinho Max.
No final do mês de junho, ele caiu da laje da casa onde mora, fraturou as duas patinhas dianteiras e não conseguia mais caminhar nem se equilibrar sobre elas. O valor da cirurgia? De 1.500 a R$ 1.200 e a dona dele não tinha o dinheiro.
Max conviveu por 20 dias com a fratura e quando já não tinha mais esperanças, Graziela,  a dona do cãozinho,recebeu um telefonema.“Me ligaram dizendo que havia um hospital público, onde o Max poderia fazer a cirurgia gratuitamente, eu não acreditei.”, contou.
max_cao
Max foi encaminhado para o hospital e foi operado por uma equipe de veterinários da Anclivepa-SP.
Ele inaugurou o centro cirúrgico e hoje se recupera bem. Consegue ficar de pé sobre as duas patinhas, como mostra a foto do blog Legalmentenegra.
“É um sonho poder levar aos cães e gatos das pessoas menos favorecidas, o mesmo tratamento que é oferecido aos pacientes das clínicas e hospitais veterinários particulares. Acreditamos que o alcance social disso, será enorme. Estamos certos de que o amor que as pessoas sentem por seus animais de estimação independe da classe social que pertençam”, disse.
Com informações do blog Legalmentenegra.
 
Serviço:
Serviço Veterinário da Anclivepa-SP
Rua Professor Carlos Zagotis, 3, Tatuapé , São Paulo
De segunda à sexta-feira, das 7h às 19h.
leve Identidade, CPF, comprovante de residência e carteirinha do benefício social (renda mínima, bolsa família)
fone:  11 2227-0858 .

Exibições: 12415

Responder esta

Respostas a este tópico

Super legal!!! Assim outras pessoas em outras cidades também tivessem uma iniciativa como essa!!! Parabéns e sucesso!

Complementando:

O hospital atende animais de munícipes de SPaulo de baixa renda, inscritos em programas sociais (como o Bolsa Família) e tb atende animais de protetores cadastrados residentes no município de SPaulo. Para se cadastrar como protetor, é só levar RG/CPF e comprovante de endereço no seu nome. O cadastro é feito na hora, e vc pode levar os animais abandonados que acolheu. Qq dúvida, ligue lá, 2227.08.58, atende de 2a. a domingo, das 7 às 19h. Eu ainda não fui, mas liguei lá ontem prá ver como seria esse cadastro de protetores, tinha muita gente perguntando como seriam os critérios prá isso.

Opaaaaaaaaaaaaaaaa olha so que bonito, muita coisa agora vai poder mudar, um atendimento excelente e competente!!!!!!!

nossa tem que fazer aqui em porto alegre,viamao tb

poderiam aproveitar o campus da urgs

 

É um grande avanço aqui em São Paulo, com certeza.  Luta antiga do Vereador Roberto Tripoli, que só agora saiu do papel... o hospital foi aprovado pela Prefeitura e foi feito o convênio com a ANCLIVEPA.

Aos protetores de outras cidades / outros estados,  tentem agitar algo parecido por aí!  Façam contato com a ANCLIVEPA de suas regiões, investiguem vereadores que são simpatizantes da causa animal... não custa tentar, né?  aqui foi briga de anos... mas saiu!  E acredito que se esse hospital for um sucesso, outros virão em outras regiões de São Paulo.


Outra opção:  a prefeitura fazer convênio com hospitais já existentes (de faculdades, por exemplo). E destinar uma verba mensal para atendimento de protetores cadastrados e munícipes de baixa renda.  Pode ser um início, com pouca verba, poucos animais atendidos... mas é melhor do que nada, não é mesmo?  Comprovada a necessidade (e o uso do convênio), as chances de aprovação para projetos maiores ficam mais fáceis!

Myrian, depois que vc ler a publicação toda, talvez vc entenda  e retire sua crítica. Esse hospital é o sonho de muito protetor aqui em São Paulo, e só saiu do papel pelo empenho do vereador Tripoli. E não, não é serviço porco, foi muito bem estudado por alguns anos pela equipe do gabinete, para que fosse aprovado e viável.

Mas vamos lá, vi que vc nem é de São Paulo, é de São Bernardo do Campo, então talvez não esteja a par de tudo que aconteceu até esse hospital ser implantado.  E não, infelizmente os seus animais não terão direito ao hospital, só protetores cadastrados e residentes no município de SPaulo.

Copio abaixo um trecho da publicação, negritando o que é importante prá vc ler.

"O atendimento é totalmente gratuito e exclusivo para proprietários de animais devidamente inscritos nos Programas Sociais da Prefeitura Municipal de São Paulo (Bolsa Família e Renda Mínima), animais oriundos de abrigos e ONGs de proteção animal, também devidamente registrados. Terão atendimento também os animais mantidos no CCZ que adoecerem e necessitarem de cuidados veterinários."

Esclarecendo:  abrigos E Ongs.  Abrigos tb são de protetores independentes, que não tem Ong aberta, certo?

E copio também o meu comentário anterior, pois liguei lá para verificar como é feito o cadastro de protetor independente:

"O hospital atende animais de munícipes de SPaulo de baixa renda, inscritos em programas sociais (como o Bolsa Família) e tb atende animais de protetores cadastrados residentes no município de SPaulo. Para se cadastrar como protetor, é só levar RG/CPF e comprovante de endereço no seu nome. O cadastro é feito na hora, e vc pode levar os animais abandonados que acolheu. Qq dúvida, ligue lá, 2227.08.58, atende de 2a. a domingo, das 7 às 19h. Eu ainda não fui, mas liguei lá ontem prá ver como seria esse cadastro de protetores, tinha muita gente perguntando como seriam os critérios prá isso."

 

Quanto aos munícipes que não são protetores e não são cadastrados em programas de baixa renda, esses não podem levar seus animais lá.  Pessoal cadastrado em programas de baixa renda não leva MESMO seus animais prá veterinário, e às vezes um problema simples de saúde acaba levando o bicho à morte por falta de atendimento/tratamento. Então, o hospital gratuito é voltado para atendimento destes animais.  E TAMBÉM dos animais resgatados por protetores cadastrados residentes no município de São Paulo.

 

 

Quem tiver tempo prá ler a matéria inteira que saiu no site no vereador sobre o assunto (em especial, os dois primeiros parágrafos), acesse:

http://www.robertotripoli.com.br/site/index.php?option=com_content&...

Oi, Myrian,

Hoje liguei direto na ANCLIVEPA, prá esclarecer alguns pontos. As emergências estão fora dessa contagem de 30 atendimentos por dia.  Inclusive a pessoa que me atendeu disse que o funcionamento era de 2a. à sábado, das 7:30 às 18h.  Eu questionei (pq no hospital, me falaram q era de 2a. a domingo, das 7 às 19h), mas hj a inf. da ANCLIVEPA é que tem gente lá prá atender no domingo, mas só as emergências.  E o horário de atendimento começa às 7:30, mas abrem às 7 para distribuição das consultas (30 por dia).  É um SUS animal, né? rsrs  Fazer fila no local desde as 6 da manhã...

Os protetores não precisam ser cadastrados em programas sociais, mas tem que fazer um cadastro lá, na hora que levar o animal.  Só não sei como eles vão fazer, pq senão meio mundo vai virar protetor.  Não sei se vão amarrar isso com o cadastro de protetores independentes no CCZ (que, até o começo do ano, tinha mais de 200 cadastrados no programa de castração gratuita) ou se vão fazer um cadastro à parte mm, do hospital.

Só esperando prá ver... De qq forma, concordo com vc, é um copo num balde de necessidades.  Mas é melhor do que nada... e tendo bastante procura/utilização desse convênio, teremos argumentos prá brigar por mais hospitais em outras regiões de SPaulo. E acho que o foco maior é o atendimento a animais de pessoas de baixa renda.  E essas pessoas estão até acostumadas a madrugar em filas de SUS prá pegar consulta, infelizmente.  Não será diferente com os animais tb...

Fiquei muito feliz com essa iniciativa do nobre deputado,porém ao me informar no hospital tive uma grande decepção.

Veja bem,par se conseguir tratamento dos seus animais as pessoas tem que ser cadastradas nessa bolsas do governo que eu particularmente sou contra mas temos que aceitar,até não seria se realmente as pessoas fizessem bom uso dessas bolsas as tudo bem nosso pais é rico e nossos governantes são sensiveis com o seu povo.

No hospital informam que os protetores terão direito ao antendimento oque não é verdadeiro,sou protetor,tenho meus bichos,cuido,tenho gastos,sempre procuramos ajudar os abandonados mas não consegui esse direito no hospital.

Pergunto eu,como eles dão essa informação e depois caem em contradição?

Imaginem agora a quantidade de protetores ira aparecer e fazer esse cadastro no hospital,vou ser bem sincero no que condegui observar nessa iniciativa,é mais uma ilusão criada para o povo que realmente gosta e ajuda os animais,mais uma forma do governo ganhar dinheiro,conseguindo verbas que serão extraviadas.

Que meus amigos me desculpem mas esse é o meu ponto de vista,espero estar errado e serei o primeiro a mudar meu pensamento se o governo me provar o contrario.

Oi, João Paulo,

A iniciativa foi do vereador Roberto Tripoli (o deputado federal é irmão dele, Ricardo Tripoli).

Se algo está errado no atendimento, comunique o gabinete do vereador, é o melhor caminho. Sei q eles estão com problemas sérios prá fazer a triagem, tem muito mais procura do que espaço e verba (da prefeitura) prá atender. Isso já era esperado.  Alugaram um outro imóvel na mm rua prá aumentar o atendimento, mas parece q não resolveu muita coisa, é pequeno.

Tente passar essa informação para o gabinete do vereador.  O e-mail é contato@robertotripoli.com.br

Qdo tiver resposta, pf divulgue aqui, ok?  Assim todos ficam sabendo.

Obrigada!

Oi Adélia

Já enviei 3 e-mail e até agora ninguém respondeu,quero deixar claro que parabenizo o nosso deputado mas devido aos acontecimentos gostaria que tivesse um acompanhamento mais de perto.

Sou ciente da demanda na procura do hospital,sei que falta mais verba,porém eu somente acho que dessem mais atenção e tivessem melhores informações.

Por ser uma novidade estarei torcendo para que de certo,nossos animas merecem e temos de comemorar mesmo mas também temos a obrigação de acompanhar de perto para melhorar as informações e o atendimento.

Abraços

Oi, João Paulo,

Vou tentar passar essa informação para o gabinete do vereador Roberto Tripoli, naquele e-mail q te passei.  Normalmente a resposta é rápida, estranho vc ter enviado 3 e-mails e não ter resposta ainda.

Abçs,

Iridê

RSS

A REDE DOS PROTETORES.

Image and video hosting by TinyPic

Campanha pela erradicação da Cinomose

 



 

Programa da Proteção Animal com o Veterinário Wilson Grassi, todas às terças-feiras, às 15h, ao vivo na Radio Mundial (95,7 FM ou 660 AM).

 

Animais para Adoção

Gatos lindos e mansinhos para adoção





Todos castrados e vacinados
Contato: casadodavi@gmail.com

Sara

Sara tem 2 meses e meio e já esta castrada.
Uma excelente gatinha para companhia. Gosta de ficar no colo e receber carinhos, ronronenta.
contato: anjorenatabuono@gmail.com  tel: 11 991984598

Rubi

Rubi é uma escaminha de 3 a 4 cores linda, ama brincar e ser acariciada. Muito delicada e meiga.
anjorenatabuono@gmail.com   11 991984598

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

© 2014   Criado por Trika Lopes.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço