Rede Bichos

O ponto de encontro dos que lutam pelos animais.

Crime aberto ao publico..quem quiser ver !!! VENDA DE FILHOTES JACÚ PESSEGO, ZONA LESTE/SP

Estou colocando aqui esta denuncia..Que eu e inumeros protetores ja estão CARECAS DE SABER !!!
 ANOS ISSO ACONTECE NESTE LUGAR...NADA FOI FEITO, NADA É FEITO..
Se não houver um força tarefa DOS PROTETORES...JUSTIÇA...POLICIA..
ESSE SHOW DE HORRORES E SOFRIMENTO DE VIDAS....VAI CONTINUAR
Uma feira ilegal de filhotes de cães coloca em risco a saúde dos animais (por causa do calor, desidratação e do risco de viroses que podem ser fatais) e desafia uma lei municipal todos os domingos nos arredores da Avenida Jacú-Pêssego/Nova Trabalhadores, na Zona Leste de São Paulo.
Mesmo com tempo seco e calor como registrado nos últimos dias, cachorrinhos de diversas raças eram expostos em porta-malas de carros.

Art. 3º São vedadas a venda e a realização de eventos de doação de cães e gatos em praças, ruas, parques e outras áreas públicas do Município de São Paulo.

Exibições: 10612

Responder esta

Respostas a este tópico

Animais

Qui, 19 de Abril de 2012 17:24

Depois de gestões do vereador Roberto Tripoli (PV) junto às Subprefeituras e ao Centro de Controle de Zoonoses, pedindo a intensificação da fiscalização e combate ao comércio ilegal de cães e gatos, foram realizadas megaoperações em uma das regiões mais críticas de concentração de vendedores ilegais: a Avenida Jacu Pêssego, defronte ao Aquário de Itaquera, resultando na apreensão de 80 animais, além do recolhimento de 18 abandonados pelos comerciantes.


Foto: Gilson Shimoda

Segundo a gerente do Centro de Controle de Zoonoses, Dra. Ana Claudia Furlan Mori, foram apreendidos no dia 24 de março de 2012, 60 cães e 6 gatos (66 animais); e no dia seguinte, mais 14 cães filhotes, totalizando 80 apreensões. Além disso, os agentes do CCZ recolheram 18 cães e gatos abandonados no local pelos comerciantes ilegais. Os animais serão castrados, vacinados, vermifugados, registrados e disponibilizados para adoção (veja relato oficial do CCZ).

Vale lembrar que a lei 14.483/07, que regula o comércio de cães e gatos na cidade de São Paulo e é de autoria do vereador Tripoli e proíbe a venda de filhotes em qualquer área pública (praças, avenidas, parques). E cabe às subprefeituras fiscalizarem e coibirem essa prática nas áreas sob suas respectivas jurisdições. Quando filhotes são apreendidos, o CCZ deve ser acionado, daí a importância das operações conjuntas.

Na região da Jacu Pêssego, as blitz envolveram vários órgãos e instituições. Além do CCZ e da Subprefeitura de Itaquera, atuaram a Polícia Militar e a Polícia Ambiental, a CET, Guarda Civil Metropolitana (GCM) e a GCM Ambiental. O vereador Tripoli observa que é fundamental reprimir fortemente esse comércio ilegal, que envolve também maus-tratos dos filhotes, deixados sob o sol ou chuva ou em porta-malas de veículos.

“Além do mais – afirma Tripoli - é um problema de saúde pública, pois em geral são animais não vacinados e nem vermifugados. Sob todos os aspectos o comércio ilegal de filhotes causa prejuízos, sejam financeiros ou emocionais. Os animais sofrem, as famílias que compram filhotes doentes sofrem, os cofres públicos são lesados, pois os comerciantes não recolhem impostos. Realmente, o combate a esse comércio deve ser intenso e esperamos que a fiscalização seja mantida rigidamente”, diz o vereador ambientalista.

Outro ponto crítico de comércio ilegal de filhotes é a Praça Agostinho Bettarello, defronte à Cobasi Jaguaré, onde já ocorreram várias blitz do CCZ em conjunto com a Subprefeitura da Lapa. Mas, em certos finais de semanas, os vendedores ilegais voltam ao local e, por isso, o vereador Tripoli já solicitou a intensificação da fiscalização na área.

Canis, gatis e pet shops

A lei 14.483/07 regula ainda os canis e gatis comerciais e os pet shops que comercializam filhotes de cães e gatos, que devem ser vendidos castrados, microchipados, vacinados e vermifugados, com nota fiscal e manual de orientação. Denúncias relativas ao descumprimento da lei nesses estabelecimentos devem ser encaminhadas ao CCZ.

Quanto ao comércio ilegal em áreas públicas, as denúncias devem ser encaminhadas sempre à Subprefeitura responsável pela área. Toda subprefeitura tem uma praça de atendimento ao cidadão, mas a denúncia também pode ser feita pelo 156. A site da Prefeitura traz a lista de todas as subprefeituras, com endereços e telefones.

Os eventos de doação de cães e gatos devem ocorrer em estabelecimentos legalizados e os animais precisam ser castrados (não há exigência da microchipagem). Esses eventos podem ser promovidos por pessoas jurídicas, como entidades e associações ou por pessoas físicas, como os protetores independentes.

(Texto: Regina Macedo, jornalista ambiental)

 
Para comentários favor entrar no link do site do Vereador Tripoli

http://www.robertotripoli.com.br/site/index.php?option=com_content&...

E eles estão voltando tb na região da pça. Apecatu. Vejam e-mail abaixo:

De: Enedina <enedinaqui@gmail.com>
Data: 22 de abril de 2012 18:26
Assunto: comércio ilegal na Cobasi
Para: Enedina <enedinaqui@gmail.com>

Amigos, protetores, simpatizantes da causa, o comércio ilegal de animais na região da Cobasi Jaguaré continua. Saiu da praça mas foi para a rua lateral. Na maior cara de pau.
A lei do vereador Trípoli não está sendo cumprida porque NÃO ESTÁ HAVENDO FISCALIZAÇÃO da subprefeitura da Lapa.
Tenho passado por ali todo domingo. No primeiro, tinha um carro. No segundo, tinha 2. E hoje, terceiro domingo, tinha 3 carros vendendo filhotes. E tudo ali, bem na porta do estacionamento da Cobasi, sem medo de ser enquadrado, na maior cara de pau mesmo.
Fiz estas fotos com o celular e quando os caras perceberam que eu estava fotografando me ameaçaram e vieram pra cima. Eu estava dentro do meu carro e acelerei, lógico. Mas falei: vocês estão cometendo um crime!
Gente, os caras estão vendendo filhotes de chow chow. A fêmea custa 1.400,00, mas fazem por 1.200,00 se o pagamento for à vista. Isso é um abuso, um abuso contra nossa impotência. Além dos maus-tratos a que a fêmea matriz é submetida pra parir uma ninhada atrás da outra. Gente, me deu vontade de dar porrada nos caras. Quem é que pode com esse comércio, meu Deus? Pra que lei??????
Nós protetores ralamos até nossos ossos pra sustentar nossa bicharada, e esses f.d.p. vão lá, abrem o porta-malas e ganham dinheiro sem nem sair do lugar. Sem pagar impostos. Sentados em seus banquinhos tomando cerveja!!!!!!!
E depois, os compradores enjoam do bichinho e largam por aí. Sobra pra nós. Que ódio desses malditos!
A protetora Izolina soltou aqui na net um abaixo-assinado pedindo providências, porque eu já havia relatado isso há algumas semanas. Assinei, mas pelo visto, não tomaram nenhuma providência. O que podemos fazer?????
Enedina (REVOLTADÍSSIMA!)


Gostaria de deixar registrado aqui que o gabinete do vereador Tripoli nunca se negou a nos ajudar a pressionar as autoridades da cidade para que cumpram a lei 14483/07. Não existe milagre. O que existe é o trabalho constante dos que se incomodam com este comércio ilegal. Mesmo na av Bandeirantes onde se conseguiu acabar com 5 pontos de vendas de filhotes que acontecia há mais de 30 anos e era tradicional na cidade de vez em quando um ou outro tenta voltar e se estabelecer novamente. Na Praça Agostinho Betarello chegavam a ter mais de 50 criadores nos fins de semana. Se hoje vemos dois ou tres carros vendendo filhotes furtivamente nos porta malas isso se deve ao trabalho realizado nestes anos todos. Não é para ter nenhum vendedor a gente sab e mas os caras são criminosos e como tais se comportam.

Em relação a Jacu Pessego fico feliz que pela primeira vez foi feita uma denuncia consistente, com fotos e que gerou cobranças e como resposta uma grande operação onde mais de 80 animais foram apreendidos. Apesar de não ter havido divulgação no ano passado foram feitas outras duas destas operações com apreensões também.

Vereador Tripoli pede à Subprefeitura da Lapa que intensifique repr...

PDF Imprimir E-mail
Animais
Qui, 26 de Abril de 2012 18:16

Mais uma vez, a Subprefeitura da Lapa é oficializada pelo vereador Roberto Tripoli (PV) para que intensifique a fiscalização e coíba de vez o comércio ilegal de filhotes na região da Cobasi Jaguaré (próximo ao Parque Villa Lobos). Muitas blitz aconteceram no local, sobretudo na praça Agostinho Bettarello, inclusive com apreensão de filhotes, mas agora os vendedores ilegais tem voltado à região, gerando novas manifestações do vereador.


Apreenssão de filhotes na Praça Agostinho Bettarello, em 2010

 A lei 14.483/07, de autoria do vereador Roberto Tripoli, proíbe a venda de filhotes em áreas públicas e vários pontos tradicionais desse comércio já foram debelados pela fiscalização, como aconteceu ao longo da avenida dos Bandeirantes.

Quando da entrada em vigor dessa lei, o comércio ilegal era bem intenso nas proximidades da Cobasi Jaguaré, e a praça Agostinho Bettarello (defronte ao mercado pet) era praticamente tomada por barracas e cercados dos vendedores, nos finais de semana e feriados. Várias blitz foram feitas, filhotes e equipamentos apreendidos, reduzindo a incidência da venda ilegal.

Mas alguns comerciantes insistem em desafiar a lei e, por isso, o vereador oficiou à Subprefeitura da Lapa para que a fiscalização seja intensificada. Conforme a lei, cabe às Subprefeituras coibirem o comércio ilegal em áreas publicas, devendo contar com o CCZ no caso de apreensão de filhotes.

Avenida Jacu Pêssego: filhotes apreendidos

Vale lembrar que recentemente megaoperações de fiscalização foram realizadas na avenida Jacu Pêssego, defronte ao Aquário de Itaquera, visando coibir o comércio ilegal. Houve apreensão de 80 filhotes, além do recolhimento de outros 18 abandonados na área pelos vendedores ilegais. Uniram-se nessa ação a Subprefeitura de Itaquera, Centro de Controle de Zoonoses, Guarda Civil Metropolitana, GCM Ambiental, Polícia Militar, CET e Polícia Ambiental. No final de 2011, também ocorreram operações no local, com apreensões de filhotes.

Esse é outro ponto tradicional do comércio ilegal e o vereador Tripoli vem cobrando da Subprefeitura de Itaquera rigor e constância na fiscalização, para que a área fique livre de vez desse nefasto comércio, que provoca maus-tratos de animais, ameaças à saúde publica e prejuízos aos cofres municipais. No final de 2011, ocorreram operações de fiscalização no local, com apreensão de filhotes, mas a falta de constância nessas ações propiciou a volta dos vendedores ilegais. Daí a importância da manutenção da fiscalização.


Ofício do Vereador Tripoli ao Subprefeito da Lapa

Ofício do Vereador Tripoli ao Centro de Controle de Zoonoses

A quem denunciar?

Quem presencia o comércio de filhotes em áreas públicas, proibido pela Lei Municipal 14.483/07, deve denunciar para a Subprefeitura responsável pela área onde esteja ocorrendo a ilegalidade. A denuncia pode ser feita pessoalmente ou pelo 156.

A mesma lei regula os pet shops, canis e gatis que comercializam filhotes. No caso desses estabelecimentos, a venda não é proibida, mas é regulada pela lei, e os filhotes devem ser vendidos depois com mais de 60 dias de vida, vacinados, vermifugados, microchipados, castrados, com nota fiscal e manual de orientações sobre a raça e cuidados básicos. Cabe ao Centro de Controle de Zoonoses fiscalizar. Portanto denuncias relativas a pet shops, canis e gatis devem ser feitas ao CCZ pelo email – zoonoses@prefeitura.sp.gov.br e também pelo 156.

A lei regula ainda eventos de doação, que devem ter um responsável legal (pessoa jurídica ou pessoa física) e serem realizados em estabelecimentos regularizados. Animais oferecidos para doação devem estar castrados, vacinados, vermifugados e o responsável pelo evento pode cobrar taxa de adoção. Cabe ao CCZ fiscalizar.

 (Texto e foto: Regina Macedo, jornalista ambiental)

REALMENTE E UM ABSURDO.

NAO COMPREM ADOTEM...

SEMPRE FALO ISSO.

Enquanto muito policial e fiscal estiver ganhando uma grana por conta dessa feira, ela continuará a existir... Mesmo com a apreensão realizada no inicio do mês, não dou 2 meses para este terror voltar a acontecer nessa região... Sempre foi assim...

Então se eu ver um pet shop vendendo cães ou gatos os filhotes devem ser vendidos depois com mais de 60 dias de vida, vacinados, vermifugados, microchipados, castrados, com nota fiscal e manual de orientações sobre a raça e cuidados básicos, huuuuuuum bom saber POIS VOU DENUNCIAR pq aposto que a maioria não é castrado e muito menos microchipados. E os f** ainda passam no cartão que absurdo no meio da rua affff E a porcaria do CCZ não fiscaliza coisa nenhuma --' AFFFF¹²³

Bem amigos estou reelembrando este topico pelo seguinte motivo....o comercio VOLTOU e esta a todo vapor, E MUITO MAIOR.

Em Janeiro deste ano (2013), por força maior tive que passar pela Av. Jacu Pessego coloquei no face minha indignação e mandei e-mail para o gabinete do vereador Roberto Tripolli.

Conforme a noticia (tirada do proprio site)

Qui, 19 de Abril de 2012 17:24

Depois de gestões do vereador Roberto Tripoli (PV) junto às Subprefeituras e ao Centro de Controle de Zoonoses, pedindo a intensificação da fiscalização e combate ao comércio ilegal de cães e gatos

Esta intensificação na fiscalização...NÃO HOUVE, Foi feita a mega operação....mas parou nisso.

Coloco aqui  o e-mail  que mandei em 14/01/2013 / com a  resposta do gabinete em 05/02/2013.

 

 AmorCão Silvia <silespsantos@gmail.com>

 14 jan

 para contato

 Bem Sr. Tripolli, sou protetora de animais, Uma das denunciantes deste terrível comercio que acontece neste lugar..e acompanhei a sua intervenção em conjunto com a Sub prefeitura e CCz.

 Mas quero novamente informar que o pedido de fiscalização intensiva deste comercio, deve ter sido levado por alguma chuva, vendaval ou enchente de SP.

 Pois neste domingo dia 13 01 2013, passei em frente ao local rumo ao destino que teria.

 O que vi foram verdadeiras imagens de filme de terror...

 Partindo na mesma calçada em frente ao Aquario se estendendo até o hipermercado Carrefour, gaiolas, cercadinhos repletos de animais para venda nas condições que o Sr. já deve conhecer. No outro lado da Jacu Pessego, mais comercio de animais, dentro de um terreno cercado com direito a anúncios em alto falantes sobre o mesmo e o que mais me pasmou...o anuncio dizia..COMPRE SEUS ANIMALZINHO DE ESTIMAÇÃO COM GARANTIA, como se fosse um objeto com direto a troca ou conserto quando se quebra...Quero deixar isso registrado, pois fiscalização naquele buraco de show de horrores é zero.

 

 Atenciosamente

 Silvia Esperança

 protetora independente ABC

 

----------------------------------------------------------------

 

RESPOSTA:

contato@robertotripoli.com.br

 

 5 fev

 para mim

 

Sra., o vereador voltará a pedir fiscalização no local. 

A sra. tambem deve encaminhar denuncia para a Subprefeitura de Itaquera, pelo 156 ou na praça de atendimento da Subprefeitura, ou por carta ou email. 

Importante que os municipes tambem cobrem diretametne das subprefeituras, pois cabe a elas coibir o comercio ilegal de animais nas areas sob sua jurisdição.

 

Cordialmente

ASSESSORIA PARLAMENTAR

 

VENHO PEDIR A PARTICIPAÇÃO DE TODOS QUE MANDEM E-MAILS PARA A SUBPREFEITURA DE ITAQUERA DENUNCIANDO, Qto mais e-mails mandarem, mas rápida (e espero) eficaz, seja feito algo.

Subprefeito Itaquera
Paulo Cesar Marco taquera.prefeitura.sp.gov.br/

itaqueragabinete@prefeitura.sp.gov.br

PABX: 2944-6555
Praça de Atendimento
R. Gregório Ramalho, 103 – CEP 08210-430

Meu e-mail é: abigail.andrade@hotmail.com.

Isso tem que acabar de uma vez por todas.

Abigail, é prá vc mandar um e-mail seu para o subprefeito de Itaquera.

quanto mais e-mails ele receber, mais ficará incomodado... precisamos fazer pressão.

Com certeza!

Vou enviar agora.

Divulguei no face!

 No último domingo, 17/02/13, liguei para o nº 153 e fiz, novamente, denúncia, mas me parece que eles apenas anotam a reclamação, num atendimento muxoxado, que dá a impressão de que quem está errada sou eu, em denunciar... É muito triste e horrivel o que acontece nesse local. Ao final dessa maldita feira clandestina de venda de animais, na Jacú Pêssego - alt nº1400, muitos filhotes são jogados fora, pois quem vende sabe que não são de raça e nós, protetores, que estamos fazendo a feira legalizada de adoção ali no petshop, recolhemos os coitados e cuidamos com vacinação castração etc. A quem poderemos recorrer? Ao Papa?! Até ele está dando o fora dessa loucura toda...

Só Deus para ter misericórdia desses pobres animais entregues a própria sorte!

RSS

A REDE DOS PROTETORES.

Image and video hosting by TinyPic

Campanha pela erradicação da Cinomose

 



 

Programa da Proteção Animal com o Veterinário Wilson Grassi, todas às terças-feiras, às 15h, ao vivo na Radio Mundial (95,7 FM ou 660 AM).

 

Animais para Adoção

Sara

Sara tem 2 meses e meio e já esta castrada.
Uma excelente gatinha para companhia. Gosta de ficar no colo e receber carinhos, ronronenta.
contato: anjorenatabuono@gmail.com  tel: 11 991984598

Rubi

Rubi é uma escaminha de 3 a 4 cores linda, ama brincar e ser acariciada. Muito delicada e meiga.
anjorenatabuono@gmail.com   11 991984598

Gold

Gold tem mais ou menos 2 meses, super alerta e esperto. Gosta de aventuras e brincadeiras.
anjorenatabuono@gmail.com   11 991984598

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

© 2014   Criado por Trika Lopes.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço